Home / Notícia / Aluno do curso técnico em mecânica do SENAI de Três Lagoas desenvolve lixadeira de cinta multiprocessos

Aluno do curso técnico em mecânica do SENAI de Três Lagoas desenvolve lixadeira de cinta multiprocessos

9 de Setembro, 2021 | Acontece nas Casas | Educação e Formação Profissional | FIEMS | SENAI | Dicom

  • senai_estudante_desenvolve_lixadeira
  • senai_estudante_desenvolve_lixadeira_2

Como parte da metodologia SENAI de educação profissional, os alunos da instituição são desafiados a desenvolver um projeto integrador. O objetivo é a inserção dos estudantes no contexto da tecnologia e da Ciência, da construção do conhecimento, da autoria, da curiosidade, da investigação, da descoberta e da motivação intelectual, considerando situações típicas do mundo do trabalho.

Entre os projetos apresentados na turma do curso técnico em mecânica do SENAI de Três Lagoas, um chamou atenção pelos resultados práticos. Isso aconteceu porque foi desenvolvido um equipamento visando atender a necessidade do mercado de lixadeiras, uma proposta que cria oportunidades de futuros projetos inovadores.

Para isso, o estudante André Felipe Mussopapo abordou a modelagem 3D do protótipo, passando pelos processos de fabricação e montagem. A flexibilidade dos equipamentos e os detalhes de montagem foram conteúdos que fazem parte do itinerário do curso de técnico em mecânica, e contou com a experiência profissional do aluno no ramo de usinagem para serem aplicados.

O estudante comemorou o reconhecimento de toda a banca. “Agradeço a oportunidade durante o curso técnico em mecânica. Consegui concluir a formação apesar de tantas dificuldades por conta do período que estamos passando. Minhas expectativas foram atendidas na instituição SENAI e sou muito grato aos instrutores, que me ajudaram como pessoa e como profissional”.

Segundo a coordenadora pedagógica do SENAI de Três Lagoas, Carla Matias, o projeto integrador é importante para os alunos que estão finalizando os cursos porque é uma oportunidade de especializar os conhecimentos técnicos na área que mais teve afinidade durante o curso. “É a oportunidade de os alunos poderem colocar em prática o que aprendem em sala de aula, sempre buscando uma solução para um desafio da indústria”.

O instrutor Walney Ramires, que orientou André Felipe Mussopapo, destacou que os alunos podem escolher um tema mais relevante da área para estudar, e utilizar como meios de se destacar em uma entrevista para o mercado de trabalho. “Durante o desenvolvimento do projeto, o aluno tem a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos em áreas específicas e contam com a disponibilidade e motivação dos instrutores do curso. Além disso, a empresa Tornearia Avenida forneceu todo os materiais e suporte para o aluno, o que mostra como as empresas estão integradas com os alunos do SENAI.

O instrutor José Vitor Pereira, que participou da banca examinadora, ressaltou que foi um prazer ver de perto os trabalhos dos alunos. “Pude perceber o excelente trabalho de orientação que é feito pelos instrutores responsáveis por esse tipo de unidade curricular, visto que muitos alunos precisam de motivação extra para dar continuidade e finalizar os trabalhos, uma vez que muitos deles apresentam um contexto de rotinas que são divididas exaustivamente entre trabalho e estudo. Todos estão de parabéns.”