Home / Notícia / Alunos da aprendizagem do Senai de Sonora são contratados por indústria sucroenergética

Alunos da aprendizagem do Senai de Sonora são contratados por indústria sucroenergética

11 de Setembro, 2019 | Acontece nas Casas | Educação e Formação Profissional | SENAI | Dicom

  • 01
  • 02
  • 03

Dos 13 alunos do curso de operador de inspeção de qualidade, na modalidade aprendizagem industrial, que o Senai de Sonora certificou na última terça-feira (10/09), em cerimônia realizada no auditório da unidade, 11 já foram contratados pela indústria sucroenergética Estância Sonora, reforçando a credibilidade da instituição na hora de procurar uma vaga no mercado de trabalho. 

Segundo a coordenadora pedagógica do Senai de Sonora, Ivone de Souza Rodrigues, o curso de operador de inspeção da qualidade tem por objetivo preparar profissionais para inspecionar e organizar armazenamento e movimentação de insumos, verificar a conformidade de processos, liberar produtos e serviços, de acordo com normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde, tornando a indústria mais competitiva. 

“É uma formação completa e a prova disso é que quase toda a turma já foi contratada assim que concluiu o curso. Para nós, essa é a coroação de um trabalho bem executado, com dedicação de todos os instrutores e dos alunos, e mostra que estamos no caminho certo na oferta de cursos de qualificação para a nossa população e preparando cada vez mais profissionais para o mercado de trabalho, contribuindo para a geração de emprego e atendendo às demandas da indústria e ajudando no desenvolvimento do nosso Estado”, afirmou Ivone de Souza Rodrigues. 

Também presente ao evento, o gerente de recursos humanos da Estância Sonora, Fernando Dal Bem, destacou que o mercado de trabalho impõe a necessidade de profissionais generalistas com competências que vão além do conhecimento técnico específico, mas que lhe permitam poder transitar pelos diversos setores das empresas, adaptando-se às exigências das diversas situações de trabalho. “Procuramos absorver para nossa equipe pessoas que têm capacidades e conheçam o processo e esses aprendizes conseguiram valorizar todo conhecimento proporcionado pelo Senai tanto na teoria como na prática”, ressaltou.

Para o formando Johnatan Oliveira de Paula, concluir o curso do Senai e imediatamente ser efetivado na indústria sucroenergética é a realização de um sonho. “Sempre almejei uma vaga na Estância Sonora e com o curso de operador de inspeção de qualidade consegui minha efetivação. O nível de aprendizagem só foi possível graças a oportunidade de trânsito entre a prática e a teoria e por meio da disposição das equipes em esclarecer dúvidas referente às operações e aos processos”, finalizou.