Home / Notícia / Alunos da Escola do Sesi de Maracaju têm aula diferenciada em alusão ao Dia da Consciência Negra

Alunos da Escola do Sesi de Maracaju têm aula diferenciada em alusão ao Dia da Consciência Negra

20 de Novembro, 2020 | Acontece nas Casas | Educação e Formação Profissional | SESI | Dicom

  • fotoz2
  • fotoz3
  • fotoz1

Os alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio tiveram durante toda essa semana aulas diferenciadas em homenagem ao Dia da Consciência Negra, com pesquisas sobre escravidão no Brasil, abolição da escravatura, quilombos e valores, influências e costumes recebidos pelo Brasil do povo africano. Em seguida, eles debateram sobre a luta pela liberdade de um povo escravizado e fizeram desenhos sobre o assunto.

Segundo a professora Maily Rezende Benatti, que propôs a atividade, o objetivo foi conscientizar os alunos sobre a história do Brasil e procurou trabalhar de forma simples, porém motivadora, assuntos que fazem parte do cotidiano do povo brasileiro. “A ideia foi trazer aos nossos alunos o conhecimento para os conscientizar da importância que o povo africano tem em ´praticamente todos os aspectos culturais brasileiros, tais como culinária, religiões, vocabulário, música e dança entre outros”, afirmou.   

Na avaliação do aluno André Miguel Nonato, o dia nacional da consciência negra é algo marcante e importante para o País. “A abordagem desse tema foi muito importante para termos o conhecimento e sabermos o que aconteceu em nossas gerações passadas, despertando nosso interesse”, disse.

Já o aluno Nathan Prieto de Araujo, destacou que a atividade fez que todos refletissem sobre a necessidade de uma data que homenageie e consciência negra. “É uma data celebração e conscientização sobre a força, a resistência e o sofrimento que a população negra viveu no Brasil desde a colonização até os dias de hoje”, finalizou.