Home / Notícia / Alunos da Escola Sesi de Três Lagoas participam de atividade em horta

Alunos da Escola Sesi de Três Lagoas participam de atividade em horta

9 de Outubro, 2019 | Acontece nas Casas | Educação e Formação Profissional | SESI | Dicom

  • img_20191004_100403042_hdr
  • img_20191004_094941990
  • img_20191004_094913985_hdr
  • img_20191004_094102955_hdr
  • img_20191004_093821127_hdr
  • img_20191004_093026247_hdr
  • img_20191004_092532650
  • img_20191004_092112188
  • img_20191004_090347296_hdr

Os alunos do 2º ano do Ensino Médio da Escola Sesi de Três Lagoas visitaram a Horta da Lagoa. Segundo as professoras Adriana dos Santos Oliveira, Daniela Matrone Cabulon e a Coordenadora Elisandra, o objetivo foi proporcionar o conhecimento sobre preparo de terra e semeadura, fortalecer valores e atitudes com atividades desenvolvidas na horta, sensibilizar os alunos para que desenvolvam hábitos de consumir alimentos saudáveis e apresentar de forma concreta o plantio de temperos naturais.

A atividade fez parte da aula com o projeto JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos) sob a temática: Temperos Naturais. 

“Eu vou plantar minha salsinha e vender no dia do JEPP”, disse João Gabriel Oliveira da Silva – aluno do 2º ano B.

Na sala de aula, os estudantes pesquisaram sobre temperos naturais e seu uso para cada tipo de alimentos. Eles também fizeram uma coletânea sobre os temperos usados em casa e descobriram muitos temperos naturais que podem dar sabor aos alimentos, reduzindo o consumo de sal. 

Após essas atividades, os alunos foram levados à Horta da Lagoa, onde os alunos presenciaram o preparo da terra, o replante de mudas e a colheita. “Foi importante para os alunos conhecerem uma horta. O conteúdo tornou-se concreto e com sentido, dessa forma foi consolidado o trabalho desenvolvido na teoria em sala de aula”, disse a professora Adriana.

Nikole de Souza Pires, aluna do 2º ano A, ficou entusiasmada com a visita e afirma que pretende colocar a mão na terra. “Ganhar uma mudinha de salsinha foi muito legal, vou plantar.”