Home / Notícia / CNI entra em grupo interministerial para traçar políticas sobre propriedade intelectual

CNI entra em grupo interministerial para traçar políticas sobre propriedade intelectual

2 de Agosto, 2021 | Acontece nas Casas | Indústria | CNI

A indústria terá voz no principal conselho do governo que debate políticas públicas para a propriedade intelectual no país. Com o ingresso da Confederação Nacional da Indústria (CNI) no Grupo Interministerial de Propriedade Intelectual, a entidade debaterá de forma mais intensa com o governo propostas para aperfeiçoar o sistema de propriedade intelectual no país.

O grupo funciona como um conselho para subsidiar a tomada de decisão do governo sobre assuntos relacionados à propriedade intelectual, como a redução do backlog (atraso) de patentes no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e acompanhamento e adesão a acordos internacionais na área. No fim do ano passado, o conselho foi responsável pela construção da Estratégia nacional de Propriedade Intelectual, para um horizonte de dez anos.

Segundo Fabiano Barreto, coordenador de Propriedade Intelectual da CNI – entidade que passou a integrar o grupo –, o grupo é importante para harmonizar as ações do governo no tema de propriedade intelectual, que é presente em muitos ministérios, como da Economia, do Turismo, de Relações Exteriores, da Agricultura, entre outros. “Muito importante a participação do setor industrial nessas discussões, pois conseguimos avaliar o impacto das decisões na vida real das empresas. Além disso, com o grupo interministerial poderemos ter mais unidade e norte para atuação do governo nesse tema no longo prazo”, destacou.