Home / Notícia / Dívida pública sobe 1,6% em novembro, para R$ 3,49 trilhões

Dívida pública sobe 1,6% em novembro, para R$ 3,49 trilhões

20 de Dezembro, 2017 | Brasil e Mundo | Economia e Trabalho | G1

A dívida pública federal, que inclui os endividamentos do governo no Brasil e no exterior, avançou 1,6% em novembro, para R$ 3,49 trilhões, informou nesta quarta-feira (20) a Secretaria do Tesouro Nacional. O aumento foi de R$ 54,9 bilhões no período.

Segundo o Tesouro, o aumento está relacionado às despesas do governo com o pagamento de juros da dívida pública, que totalizaram R$ 25,7 bilhões em novembro e também pelo fato de que as emissões do governo superaram os resgates em R$ 29,48 bilhões.

A dívida pública é a emitida pelo Tesouro Nacional para financiar o déficit orçamentário do governo federal, ou seja, para cobrir os gastos que ficam acima da arrecadação com impostos e contribuições.

Quando os pagamentos e recebimentos são realizados em real, a dívida é chamada de interna. Quando tais operações ocorrem em moeda estrangeira (dólar, normalmente), é classificada como dívida externa. Dívida interna: foi registrado um aumento de 1,83% em novembro, para R$ 3,311 trilhões.

Dívida externa: resultado da emissão de bônus soberanos (títulos da dívida) no mercado internacional e de contratos firmados no passado, contabilizou uma redução de 4,46% no mês passado, para R$ 121,4 bilhões.