Home / Notícia / Em mesa redonda na UEMS, superintendente do IEL destaca importância do estágio

Em mesa redonda na UEMS, superintendente do IEL destaca importância do estágio

23 de Agosto, 2018 | Acontece nas Casas | Estágio | IEL | Dicom

  • fotoz2
  • fotoz1_1

Ao participar nesta semana de mesa redonda organizada pela UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), no campus de Dourados (MS), para os acadêmicos do curso de Engenharia Física, o superintendente do IEL, José Fernando do Amaral, destacou que a importância do estágio para a formação profissional dos estudantes. 

“Tivemos a oportunidade de apresentar aos universitários o nosso Programa de Estágio e suas normas. Também dediquei um tempo da minha palestra para transmitir aos estudantes a importância do estágio, pois, a carreira de qualquer profissional começa a ser construída a partir do estágio”, pontuou José Fernando Amaral.

Ele acrescenta que foi um evento muito interessante, com várias perguntas. “O IEL teve uma participação efetiva e muito elogiada pelos acadêmicos e pelos professores”, pontuou, agradecendo a participação do empresário Cesar Augusto Scheide, diretor-administrativo da Inflex Indústria de Embalagens Flexíveis, que é um parceiro do IEL.

Já a coordenadora da área de desenvolvimento de carreira do IEL, Rosângela Ramos, fez uma breve apresentação da Lei do Estágio nº 11.788/2008, orientando os estudantes do curso de Engenharia Física sobre seus direitos e deveres durante o período de estágio. “O Instituto preza pela correta aplicação da Lei do Estágio, garantindo todo o suporte aos estudantes, as empresas e as Instituições de ensino conveniadas ao IEL”, afirmou.

Para a acadêmica Mayara Costa, a mesa redonda permitiu a integração entre universidade, equipe do IEL, alunos e professores. “É essencial para nós alunos que estamos no fim da graduação, pois nós precisamos nos inserir no mercado de trabalho, ter o network, conhecer as empresas, mercado de trabalho e conhecer as oportunidades que estão surgindo em Dourados, principalmente, dentro da área de Engenharia Física, já que Dourados é muito voltada para o agronegócio”, avaliou.

O acadêmico Frederico Ferreira Porto reforça que o evento foi de grande importância para conhecer algumas características técnica do estágio de como o aluno procede com a intermediação, onde buscar o estágio. “E uma preocupação especial do aluno de Engenharia Física aqui em Mato Grosso do Sul é que nós ficamos olhando para o Estado e vendo apenas agronegócio, mas com esse evento conseguimos ver mais as áreas da indústria e onde um engenheiro físico pode atuar. O estágio acaba abrindo as portas para essas industrias”, ressaltou.

Na avaliação do estudante Vladimir Amaral, o estágio é uma parte obrigatória do curso e o graduando tem que passar por isso. “Muitas vezes nós ficamos tão focado no curso que só vamos pensar no estágio lá na frente e a importância dessas palestras é trazer o foco para o estágio para podermos nos direcionar a partir do início da faculdade. Assim, já vamos conhecendo um pouco mais sobre o que iremos fazer lá na frente”, falou.