Home / Notícia / Planejamento para os próximos anos marca primeiro dia de Convenção do Sistema FIEMS

Planejamento para os próximos anos marca primeiro dia de Convenção do Sistema FIEMS

25 de Novembro, 2021 | Acontece nas Casas | Geral | FIEMS | SESI | SENAI | IEL | Dicom

O primeiro dia da Convenção do Sistema FIEMS, que começou nesta quinta-feira (25/11) e segue até sábado (27/11), reunindo gestores do SESI, SENAI e IEL, em Três Lagoas (MS), foi marcado por discussões envolvendo o planejamento estratégico para os próximos anos e o alinhamendo de projetos entre as três Casas. Ao abrir o evento, o presidente da Federação das Indústrias, Sérgio Longen, reforçou que a prioridade da imersão é discutir estratégias para atender as demandas da Indústria e melhorar ainda mais o serviço oferecido no próximo ano.

“O setor industrial de Mato Grosso do Sul precisa do Sistema Indústria e nós devemos oferecer o melhor serviço. A indústria precisa enxergar o SENAI, SESI, IEL como ferramenta para atender as demandas de qualificação, educação, capacitação de mão de obra e temos o desafio de encontrar as soluções de que o setor precisa”, afirmou Longen.

Após o discurso, os gestores participaram de uma oficina online com o tema “O futuro do trabalho e o apagão da mão de obra” com o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho de São Caetano do Sul, Francisco Soeltl, que também é membro honorário da Academia Paulista de Educação e curador do Manifesto Brasil 5.0.

O superintendente do SESI, Régis Borges, apresentou os resultados do último ano, parabenizou a equipe pelos resultados na educação com mais de 3 mil alunos na rede e mais de 2.200 indústrias atendidas e salientou que o grande objetivo para o próximo ano é colocar ainda mais o cliente em foco. “Precisamos nos unir e ampliar nossa maneira de enxergar o cliente, assim vamos entender de forma mais verdadeira as necessidades de cada um e entregar valores. Esse momento, aqui na convenção, será fundamental para uma jornada bastante interessante de elaboração de projetos, ajustando o que precisa ser melhorado e repensando estratégias”, ressaltou.

Com trabalho intenso na capacitação de mão de obra para a indústria e na consultoria para empresas, o SENAI também apresentou resultados obtidos ao longo do ano e sugestões para ampliar ainda mais a oferta de serviços e qualidade desta prestação para o setor em Mato Grosso do Sul.

“Temos pouco mais de 6 mil alunos na rede, mas temos capacidade para atender até 20 mil com estrutura moderna, laboratórios com equipamentos de ponta, então vamos fortalecer o mindsight dos nossos alunos e atrair cada vez mais candidatos para uma carreira na indústria”, destacou o diretor-regional do SENAI, Rodolpho Caesar Mangialardo, reforçando a importância de reunir os gestores do Sistema FIEMS. “Conhecer o trabalho que está sendo realizado, compartilhar conhecimento e experiências com certeza vai fortalecer muito nosso trabalho em equipe”, completou.

Entre as ações propostas pelo IEL está intensificar ainda mais o programa de estágio para o próximo ano. O superintendente do Instituto, Silvio Marães, mostrou aos gestores do Sistema Indústria os resultados até agora e a proposta para ampliar projetos importantes a partir de 2022.

“A menina dos olhos do IEL é o estágio, para o próximo ano vamos ampliar ainda mais nosso programa para atrair ainda mais candidatos e prestar toda a assistência necessária para as empresas, instituições e estagiários que queiram entrar no mercado de trabalho. Além disso o IEL atuará fortemente junto a empresas com consultorias, o projeto Emprego Temporário e também no desenvolvimento do PQF (Programa de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores) e na capacitação de LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais)”, reforçou Silvio Marães.

Antes de encerrar a programação do primeiro dia, os participantes assistiram à palestra do cofundador do meusucesso.com, Sandro Magaldi, sobre a “Transformação Cultural: Cliente no centro da mudança”.

Ações para atrair novos investimentos estão entre estratégias para o próximo ano

Entre temas importantes discutidos entre os gestores, foram abordados projetos como o Observatório da Indústria, que será implementado a partir do próximo ano e funcionará como ferramenta de inteligência de dados com a proposta de auxiliar na tomada de decisões, observando as potencialidades regionais e assim, ser um agente de desenvolvimento com as informações, alinhado com a startup do Sistema FIEMS.

Outro desafio lançado aos gestores é o projeto “Empregômetro”, batizado assim pelo presidente Sérgio Longen. “Precisamos identificar a necessidade do setor industrial, dentro das empresas e na própria região, depois disso o objetivo é qualificar as pessoas para diminuir o apagão de mão de obra que enfrentamos hoje, precisamos gerar emprego e desenvolvimento”.

Longen também comentou sobre as ações do Sistema em apoio a vacinação no estado e a importância da cooperação com o governo e municípios para ajudar Mato Grosso do Sul a avançar nos resultados. “Desde o início defendemos a vacinação da população para retomada da saúde e consequentemente da economia, avançamos com muitas ações e vamos continuar contribuindo”.

A convenção continua nesta sexta-feira e segue até sábado pela manhã.