Home / Notícia / Primeira rodada Fiems/Vox Populi mostra como está o cenário eleitoral na Capital

Primeira rodada Fiems/Vox Populi mostra como está o cenário eleitoral na Capital

26 de Março, 2018 | Acontece nas Casas | Geral | FIEMS | Unicom

  • fotozpesquisazsituacaozdozestado
  • fotozsatisfacao
  • fotozproblemas
  • fotozpesquisazgovernadorzespontanea
  • fotozpesquisazgovernadorzestimulada
  • fotozavaliacaozdoszpoliticos

A exemplo de anos eleitorais anteriores, a Fiems encomendou a primeira rodada de pesquisas do Instituto Vox Populi avaliando o cenário eleitoral para o Governo do Estado, Senado e Presidência da República em Campo Grande (MS). A publicação desta segunda-feira (26/03) é a primeira de três partes da pesquisa realizada para demonstrar as intenções de votos dos eleitores da Capital. 

Essa primeira parte traz a preferência do eleitorado para governador, enquanto a segunda e terceira partes da pesquisa trarão as intenções de votos para senador e para presidente da República, respectivamente, e serão publicadas na terça-feira (27/03) e quarta-feira (28/03). De acordo com a pesquisa Fiems/Vox Populi, o primeiro aspecto levantado foi sobre a melhora ou piora do Estado de Mato Grosso do Sul nos últimos anos. 

Para 24%, o Estado melhorou, para 36% nem melhorou e nem piorou, para 37% piorou e 2% não sabem ou não quiseram responder. A pergunta “se nos últimos anos sua vida melhorou ou piorou” apontou que para 37% melhorou, para 34% nem melhorou e nem piorou e para 28% piorou, sendo que 1% não sabem ou não quiseram responder.

A pesquisa também consultou os entrevistados sobre a satisfação em morar no Estado e 7% disseram estar muito satisfeitos, 65% satisfeitos, 21% insatisfeitos e 5% muito insatisfeitos, sendo que 2% não sabem ou não quiseram responder. 

A respeito dos principais problemas do Estado, a maioria, ou 34%, apontou a saúde, enquanto em segundo aparece a segurança pública, com 18%, o desemprego, com 14%, a educação, com 12%, a corrupção, com 6%, as vias públicas, com 3%, a habitação, com 2%, a má administração do dinheiro público, com 2%, o desenvolvimento econômico, com 2%, as estradas, com 2%, e o saneamento básico com 1%, sendo que outros aparecem com 4%.

Cenário eleitoral

Sobre o cenário eleitoral, a pesquisa espontânea para o Governo do Estado, aponta do candidato emedebista André Puccinelli com 12%, seguido pelo candidato do PDT, Juiz Odilon de Oliveira, com 10%, e o atual governador, do PSDB, Reinaldo Azambuja com 5%.

Já a pesquisa estimulada aponta em primeiro lugar o candidato do PDT, Juiz Odilon de Oliveira, com 30% das intenções de voto, enquanto em segundo lugar está o ex-governador André Puccinelli (MDB), com 23%, e, em terceiro lugar, aparece o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 9% da preferência do eleitorado.

A pesquisa ainda traz os nomes do ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PTB), com 7%, e do médico Ricardo Ayache (PSB), com 2%, enquanto empatados com 1% aparecem o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), Humberto Amaducci (PT) e Suel Ferranti (PSTU). O candidato Adalto Garcia (PRTB) não conseguiu somar nenhum ponto percentual, sendo que brancos e nulos somam 11% e indecisos totalizam 13%.

Avaliação dos nomes dos candidatos

A pesquisa Fiems/Vox Populi também avaliou os nomes dos políticos apresentados na estimulada e 71% dos entrevistados avaliaram o Juiz Odilon de Oliveira como positiva, 17% como regular, 5% como negativa e 8% não sabem ou não responderam. A avaliação do ex-governador André Puccinelli foi positiva para 33%, regular para 34%, negativa para 29% e não sabem e não responderam 4%.

Já a avaliação do governador Reinaldo Azambuja é positiva para 24%, regular para 46%, negativa para 26% e não sabem e não responderam 4%, enquanto a avaliação do candidato do PT, Humberto Amaducci, é positiva para 18%, regular para 54%, negativa para 11% e não sabem e não responderam 16%.

Registrada junto à Justiça Eleitoral sob o nº BR 09120/2018 no dia 16 de março deste ano, a pesquisa Fiems/Vox Populi ouviu, de 17 a 21 de março deste ano, 500 pessoas com 16 anos de idade ou mais em 31 bairros do município de Campo Grande (MS). A margem de erro é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiança é de 95%.

Nesta terça, a Fiems irá divulgar os números da intenção de voto para o Senado com primeiro e segundo voto.