Home / Notícia / Software criado para atender indústria agora vai ajudar na gestão do maior hospital de MS

Software criado para atender indústria agora vai ajudar na gestão do maior hospital de MS

27 de Junho, 2022 | Acontece nas Casas | Geral | SENAI | Dicom

  • ssmi_senai_santa_casa_04
  • ssmi_senai_santa_casa_01

Criado para atender a indústria, o Software Senai de Manutenção Industrial (SSMI), um dos principais produtos criados pelo IST (Instituto Senai de Tecnologia) em Eficiência Operacional – Senai Empresa, agora vai ajudar na gestão do maior hospital de Mato Grosso do Sul, a Santa Casa de Campo Grande.

A unidade centenária realiza mais de 150 mil atendimentos por ano, entre urgência/emergência e cirurgias, sendo a maioria oferecida pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O papel estratégico em prol da saúde pública, com alta demanda e fluxo contínuo de pacientes, exige eficiência. Na intenção de otimizar o uso dos ativos, serviços e equipes de manutenção, o Senai foi demandado para implantar o seu software.

Completo, intuitivo e integrado, o SSMI permite a gestão de ativos por meio de planejamento preventivo e preditivo, além de apoiar a tomada de decisões através de indicadores. O software está em 10 Estados do país e atende empresas de renome internacional, como a Ericsson.

Na gestão em saúde, a adoção do SSMI pode ser ainda mais eficaz. De acordo com o coordenador da área de manutenção e adequação industrial do Senai Empresa, Jeancarlos Lucietto, a Santa Casa conta com um grande parque de equipamentos médicos hospitalares e ativos de infraestrutura, para controlar e gerir.

“Manter o gerenciamento adequado dos ativos hospitalares é primordial para o bom funcionamento da instituição. O uso do SSMI permite a gestão e controle de forma ágil, inteligente e eficaz, otimizando processos e auxiliando na prevenção de eventos adversos. Isso permite aos gestores a redução da preocupação com os ativos e maior concentração no cuidado em saúde”, explica.

Apoio de quem entende

Inicialmente, está sendo realizado o mapeamento e cadastro dos ativos no SSMI, feito em conjunto por equipes do Senai e da Santa Casa. Em paralelo, é realizado o treinamento das equipes de manutenção para gestão de serviços e utilização das funcionalidades do software.

“Este atendimento não inclui apenas o software, mas também o trabalho de consultoria para aperfeiçoamento da área de manutenção do hospital. É importante conhecer e aplicar técnicas avançadas de manutenção e utilizar bem o SSMI no dia a dia. Melhorar o planejamento, interpretar informações e tomar boas decisões é o que traz resultado”, detalha Jeancarlos Lucietto.

Para a Santa Casa, a adoção do SSMI vai proporcionar otimização do trabalho e até mesmo dos recursos da instituição. O engenheiro de controle de automação do hospital, Rogério Oliveira, afirma que há grandes desafios na gestão de ativos. “Não queremos trabalhar de forma aleatória como é hoje. São ordens de serviço abrindo em todo e qualquer lugar. Nós queremos estar um passo à frente para ter mais tranquilidade no planejamento e o máximo possível de controle de manutenção”, destacou.

De acordo com a pesquisa da empresa de consultoria de inteligência do mercado Aberdeen Research, é possível aumentar 73% da produtividade com uma boa gestão de manutenção. A pesquisa também aponta que adotar uma boa gestão de manutenção pode diminuir em 18% dos custos operacionais e em 16% as despesas administrativas.

 

Serviço - Interessados em contratar o serviço podem entrar em contato pelo telefone (67) 3311-8500, WhatsApp (67) 99220-0974 ou pelo e-mail senaiempresa@ms.senai.br